quinta-feira, 29 de outubro de 2015

PROJETO ESPAÇO BRINCAR E.M. J.CARLOS

Por JACIRA C. DA COSTA.

 




Brincar desenvolve valores (Foto By Educação Infantil) 

Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor pra formação do homem.”
(Carlos Drummond de Andrade)
Introdução:

        
         Este projeto é desenvolvido e é aplicado desde o ano de 2012 pela Professora de Educação Física (UFRJ), Psicomotricista (IBMR e pela SBP) e Brinquedista (ABBri) Jacira da Costa na Escola Municipal J. Carlos localizada no Rio de Janeiro que tem como princípio o desenvolvimento das potencialidades psicomotoras ao investigar a relação entre estas e as especificidades psicomotoras de cada criança ao disponibilizar o ato do brincar espontâneo, com a intenção de ressaltar a superação das dificuldades de aprendizagem, deste grupo que se encontram na faixa etária que compreende as idades de 6 à 10/11 anos.
        Este Projeto destaca que a educação do movimento é uma construção imprescindível para o aprendizado da comunicação e expressão. A atuação da Psicomotricidade, principalmente na área da educação nos permitiu compreender a sua importância deste Projeto para as crianças de todas as idades, principalmente no Primeiro Segmento do Ensino Fundamental.

          
Objetivo:

          Utilizar a Psicomotricidade através do Brincar como uma importante ferramenta de trabalho pedagógico na superação das Dificuldades de Aprendizagem no Primeiro Seguimento do Ensino Fundamental, enfocando os aspectos psicomotores relacionais e funcionais da criança e sua relação na superação das dificuldades de aprendizagem. 
        Através do brincar criamos vínculos sociais (Foto By Professor de Educação Infantil)

Objetivos Específicos:


1-     Realizar uma atenção integral às crianças que apresentem dificuldades de aprendizagem, relacional e emocional, oferecendo uma assistência avaliativa, preventiva, educacional e terapêutica nas diferentes áreas do desenvolvimento.
2-     Garantir a integridade da criança, respeitando as suas individualidades com a finalidade de que sejam indivíduos socialmente e emocionalmente harmônicos e responsáveis.
3-      Dotar de um ambiente acolhedor, lúdico e motivador para a aprendizagem da criança, implantando o máximo suas potencialidades e habilidades.

WINNICOTT; 1971; O Brincar e a realidade; pág. 74; Imago (Foto By Terapia Familiar)



Sobre o Projeto:

         O projeto educativo visa o desenvolvimento psicomotor das crianças da E. M. J. Carlos, pois gera uma instância de expressão, criatividade, vivência e representação de seus desejos, permitindo desta forma que elas se percebam e se reconheçam em sua totalidade. 



                                   
Incentiva a criatividade (Foto By Mundo Brink Brinquedos Equipamentos e Informática Educacional)


Descrição do Projeto:

         É um Projeto educativo para o benefício do desenvolvimento psicomotor das crianças da E.M. J. Carlos, através da intervenção psicomotora contínuo e permanente nas idades iniciais e do primeiro ciclo do ensino fundamental onde as classes são apoiadas pela Psicomotricista através de uma intervenção psicomotora. Este Projeto do Espaço Brincar ocorre no pátio da escola.
                Projeto Espaço Brincar na E. M. J. Carlos realizado no pátio da escola.
(FOTOS DE ARQUIVO PESSOAL DA AUTORA DO BLOG)

Importância e Fundamentação:
          

         A Psicomotricidade reúne os domínios cognitivos, afetivos e motores ao considerar a criança em sua unidade global, como uma relação da atividade psíquica consciente através motricidade sensório-motora, a criança é elevada à expressão do saber fazer no aspecto cognitivo, do querer fazer no aspecto afetivo e do poder fazer no aspecto motor sempre pela via da atividade lúdica.  Ao mesmo tempo, é um mecanismo capaz de aliviar tensões, na qual a criança utiliza. Ela também pode ser considerada como uma luta entre as forças internas (ansiedade) e externas (cobrança social e familiar) cujos benefícios serão notados ao longo da vida escolar desses alunos.

"Antigamente as crianças eram criadas brincando livremente na rua e, em suas casas, tinham quintal com plantas ou mesmo árvores. Assim, o contato com a natureza na infância acontecia de forma espontânea. Hoje, no entanto, com a verticalização das cidades, é comum que cresçam em apartamentos, brinquem apenas em parquinhos de concreto e passem seu tempo de lazer em lugares fechados, como shoppings, teatros ou cinemas. No entanto, para o seu desenvolvimento, é fundamental a interação com elementos naturais."
(By Fundação Maria Cecília Souto Vidigal)

        Alguns distúrbios do comportamento podem ser os causadores dos distúrbios psicomotores e/ou dificuldades de aprendizagem.  Por meio de estimulação e educação psicomotora a criança realizará atividades corporais que o ajude a desenvolver a aprendizagem para ser autônomo e independente.

          A Psicomotricidade contribui de maneira expressiva na formação do ser humano e atua entre as seguintes funções como importantes para o ensino-aprendizagem: estruturação do esquema corporal, aplicação da coordenação motora ampla e fina, controle do tônus muscular, definição da lateralidade, o que facilitará a organização e orientação espacial e temporal, equilíbrio, postura, motricidade gráfica.

         Através da Psicomotricidade Relacional, ou seja, brincando, a criança adquire experiência, visto que alguns estudos mostram que quando as crianças brincam entre si tendem a usar a linguagem de forma mais sofisticada do que quando estão na presença dos adultos (Wenner, 2011), mostrando que o brincar contribui para o desenvolvimento da linguagem.
         

Metodologia:

           Esse projeto é realizado atua através de uma intervenção psicomotora pelo ato do brincar. Ao brincar, a criança está nutrindo sua vida interior, descobrindo sua vocação e buscando um sentido para sua vida. Ao brincar com outras pessoas, a criança aprende a viver socialmente, respeitando regras, cumprindo normas, esperando a sua vez e interagindo de uma forma mais organizada, isto é, preparar para a vida.


JOGO SIMBÓLICO:
Fantasias usadas no Jogo Simbólico, são um dos materiais usados no jogo simbólico.
Material Jogo Simbólico
( FOTOS DE ARQUIVO PESSOAL DA AUTORA DO BLOG)

           As brincadeiras são livres e espontâneas, pois entendemos que as crianças usam a imaginação e experimentam novas atividades e papéis, aderindo ao jogo do faz de conta, ao desafio do novo, adquirindo uma flexibilidade em lidar com situações do dia a dia (Oliveira et al., 2010).


         

 Jogo Simbólico
( FOTOS DE ARQUIVO PESSOAL DA AUTORA DO BLOG)

Uma das brincadeiras mais comuns e presentes  no jogo simbólico é a brincadeira de "Pai e mãe".
Brincar de "Desfile" ou "Princesas" no faz-de conta também estão presentes neste brincar.


Brincadeiras de faz-de-conta de simular uma morte é uma das brincadeiras psicomotoras de pulsão de morte.
Jogo Simbólico - Fugir do Jacaré. (É uma brincadeira que foi criado pelos próprios alunos, em que consistia em "fugir do jacaré". Em seguida, o jacaré foi "morto" e claro, de "mentirinha".
( FOTOS ACIMA DE ARQUIVO PESSOAL DA AUTORA DO BLOG)
  Ao oferecer um espaço de qualidade onde as crianças são livres para escolher entre os diversos materiais lúdicos e vários cantinhos de brinquedos, com temas variados ao longo do bimestre, desenvolvemos assim, a autonomia. 


OBSERVAÇÃO GERAL:
TEXTO PESSOAL E FOTOS DE ARQUIVO PESSOAL DA AUTORA DO BLOG: É PROIBIDO QUALQUER CÓPIA, DIVULGAÇÃO E EXPOSIÇÃO DESTE POST EM QUALQUER TEXTO, SITE, ARTIGO, LIVROS, SLIDES, TRABALHOS CIENTÍFICOS, ETC. SEM QUALQUER AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DA AUTORA. SE FOREM UTILIZAR, COLOQUEM A REFERÊNCIA DE ACORDO COM AS NORMAS TÉCNICAS DA ABNT E OS DIREITOS AUTORAIS DO PROJETO.

PARA VER MAIS SOBRE ESTE PROJETO ACESSE NO LINK: http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=14&id=3629

Nenhum comentário:

Postar um comentário